Gresanit

Gresanit - um exemplo de Sustentabilidade Ambiental

Em 2002 abria-se a oportunidade de mercado para a produção de artigos Sanitários de grande dimensão e com formas angulosas e planas, características que só muito dificilmente poderiam ser obtidas com utilização da Porcelana Vitrificada usada em Sanitário dado nível de deformação e contração mecânicas deste material cerâmico. A produção em Grés (Fine Fire Clay), opção já usada por muitos fabricantes devido à reduzida deformação, foi considerada uma má opção também, pois a fraca resistência mecânica, elevado peso e elevada absorção de água impediam a garantia de qualidade equivalente à da Porcelana.

Neste enquadramento a alternativa foi avançar para a criação de um material completamente novo capaz de superar as limitações dos materiais existentes até então. Assim em 2004 nascia o Gresanit em resultado de um aturado plano de I&D do Departamento Técnico da empresa, que em 2 anos respondeu ao desafio de criar um novo material cerâmico.

A partir de 2005 foram desenvolvidos mais de 50 artigos em Gresanit, com destaque para a gama de bases chuveiro extra-planas e lavatórios de grandes dimensões, permitindo assim alargar a oferta de forma significativa e incrementar a exportação desta família de produtos para mercados de onde se importavam artigos em Grés comum.

Mas o Gresanit não se reduz a material para fabricar artigos Sanitários em alternativa ao grés comum. A sua introdução como material cerâmico abriu espaço a múltiplas aplicações, desde as bases de chuveiro ultrafinas até peças técnicas de aplicações refratárias ou na conceção de artigos para revestimento de hottes de laboratórios Químicos e Biológicos ou pias de drenagem de produtos altamente corrosivos.

O Gresanit tem na sua génese uma forte componente relacionada com a Sustentabilidade Ambiental , pois foi formulado para reintegrar todo o desperdício resultante do seu próprio processamento bem como parte do desperdício do processamento do vitreous-china, tornando-o amigo do ambiente como resultado da reciclagem de resíduos cerâmicos e da diminuição de consumo de matérias primas para o seu fabrico. Em paralelo, dos processos desenvolvidos para a sua implementação industrial resultou uma redução de 5 a 8% no consumo de energia no processo de cozedura – processo com maior impacto energético na transformação cerâmica – por redução de temperatura de cozedura utilizada.

O Gresanit é, de facto, um produto revolucionário que preenche com sucesso a imensa lacuna existente até hoje, entre a Porcelana Sanitária (vitreous-china) e o grés (Fine Fire Clay).  Foi e continuará a ser um desafio no qual todos estamos empenhados, uma vez que muito há ainda para descobrir e aplicar sobre este material que se revelou promissor na sua essência, mas ainda não explorado em todo o seu potencial.

Um novo material. Um novo passo no Futuro.

Impermeável – Ultra-resistente – ultrafino – Hidrófugo - Antiderrapante Estas são as principais características do HIGHCER®, o novo material cerâmico desenvolvido pelo Núcleo de Inovação e Desenvolvimento da ARCH, o qual integra alguns dos melhores sanitaristas nacionais. A mesma equipa que já havia desenvolvido o Gresanit® para aplicações sanitárias de grande dimensão, concebeu agora este novo material dando mais um passo no futuro.

Com uma resistência consideravelmente superior a qualquer outro material cerâmico atualmente no mercado, o HighCer® destina-se ao desenvolvimento de produtos de aplicação em revestimentos técnicos ou peças sujeitas a utilização exigente, abrindo um campo de desenvolvimento de soluções para Cozinhas, Hospitais e Escolas ou ainda para a Indústria Farmacêutica. A versatilidade de utilização (ainda em fase inicial de exploração) é também uma das enormes vantagens deste material que será comercializado ao longo de 2016. Com este novo material cerâmico, criado pelo Núcleo de Inovação e Desenvolvimento da ARCH, é dado um passo importante na afirmação da capacidade técnica da empresa recentemente criada, sinalizando assim a ambição de ter na Inovação a principal ferramenta de sucesso futuro, tentando garantir mais 94 anos de vida a uma das mais conhecidas e conceituadas marcas portuguesas.

SISTEMA DE DESCARGA HIGHFLUSH®

A redução do consumo de água é uma das principais preocupações ecológicas da ARCH Valadares. É também uma das vantagens do novo sistema de descarga eletrónico HIGHFLUSH®   O Highflush é o novo sistema de descarga desenvolvido pela ARCH. Caracterizado por um módulo de comando electrónico, com várias funcionalidades, e por uma eletroválvula, alimentada diretamente pela rede de abastecimento de água, este novo equipamento, a ser utilizado em futuros projetos, visa os seguintes objetivos: – Redução do consumo de água – Novas soluções de instalação – Novos conceitos de equipamentos sanitários – Descargas contínuas sem ter de aguardar pelo tradicional enchimento do autoclismo – Eliminação do habitual ruído de enchimento do autoclismo   Esse equipamento dispõe de várias funcionalidades, tais como: – Alimentação elétrica de 12 V através de transformador 220 V/ 12 V – Bateria incorporada em paralelo com o equipamento de alimentação principal, destinada a alimentar o sistema em caso de corte no abastecimento de energia eléctrica – Comando touch com dupla descarga – Módulo de limpeza – Regulação da temporização de descarga em função da pressão da rede de abastecimento de água.   Um melhor desempenho, novas possibilidades de instalação e uma maior comodidade e conforto, distinguem este nova solução inovadora.